Sábado, 14 de Julho de 2007

PAULITEIROS DE MIRANDA - LHAÇOS - LETRAS

LETRAS DOS LHAÇOS DOS PAULITEIROS DE MIRANDA

 

 

 

 

Pauliteiros de Miranda do Douro

 

a)-Lhaços de motivos agrícolas

1-Canário

Canário miu,

Canário,

Fanega de trigo

De cada anho.

Canário miu,

Canário, Andrés!

Fanega de trigo

De cada més!...

I de cada més.

2-Joanica

A bós a bós Joanica

Yá que nun sabeis segar,

You bos tomo a mie cunta,

Para todo bos ansinar!...

I bos ansinar.

3-L carrascal

Carrascal de Barbadilha

Las torres de l Salonar;

L pastor de las oubeilhas

De balde nun debe andar!...

Arriba, arriba pastores,

Que guardais nuosso ganado,

Nun bos pago la soldada,

Por andardes namorado…

namorado.

4-L Toro

L toro desta bila

Todo l trigo me há comido,

Se hei-de poner justicia,

Por Dius que me lo han pedido,

Trés, trés, trés mil ducados

Balie l miu trigo!...

L tenie sembrado,

De l toro comido!

Bilano atrebido!

Nun témen a Dius,

Nun témen a Dius,

Nin al grande castigo!

Por un Dius que l há criado,

El me lo há-de pagar!

Inda que l bilano seia baliente,

Justicia le hei-de dar!...

I le hei-de dar.

5-La yerba

Se tu quieres,

Que te segue la tue yerba,

Trai-me la gadanha,

Cun la tue piedra,

Para la amolar,

Para la amolar,

Trai-me buis i carro,

Para la cargar,

Que segada stá…

I que segada stá.

6-Las rosas

Se furdes a colher rosas,

Al Jardin de l miu senhor,

A colher la branca flor,

Colhei de las mais fermosas,

Ó de las de  cheiro melhor…

Ó de las de cheiro melhor.

7-Padre António

L padre Antonio era

Cristiano, honrado i prudente,

Que mantenie la sue casa,

Cun l sudor de sue frente;

El tenie un huorto,

El tenie un huorto,

Onde recolhie,

Onde recolhie!...

L fruito de l campo,

Que l campo traie.

Nota:

No geral os lhaços são dançados quatro vezes. E isto para o grupo de pauliteiros se alinhar nas quatro direcções. É um uso que se mantém.

Como não havia palcos e os pauliteiros dançavam numa praça ou largo, rodeados de público, faziam-no para melhor todos poderem apreciar a dança.

No fim de cada vez que se dança o lhaço, faz-se a passagem, que é uma variante da dança que permite ir mudando a orientação do grupo para as quatro posições.

Esta explicação tem não só a intenção de levar a compreender a razão desta movimentação, mas também para justificar a razão porque se repete, nalguns lhaços o último verso ou parte. Isto servia para no ensaio dar tempo para fazer a passagem.

O gaiteiro repete, esta parte da música, para o mesmo efeito, mas num tom e tempo diferentes. Este pormenor é mais importante que se julga, pois permite corrigir qualquer falha de movimentação.

O gaiteiro quando era bom - costumávamos dizer:

Com este podemos dançar à vontade que ele leva-nos ao lugar.

 

sinto-me: bem
música: silencio
publicado por mirandum às 11:37
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30
31


posts recentes

ANCONTRO DE BLOGUERS DE L...

FACUNDO CABRAL

saberes do albardeiro

AS RONDAS NA TRINDADE

PROBÉRBIOS DE MAIO

CONCURSO DE VINHOS - FO...

TURISMO

PAULITEIRAS DE VALCERTO

1ª. TRAVESSIA AÉREA DO AT...

PINTURA DO SÉCULO XVII...

arquivos

Agosto 2012

Julho 2011

Outubro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Maio 2008

Abril 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

albardeiro

almendra

aranda do douro

bino

cultura

duas igrejas

facundo_cabral

folclore

fonte aldeia

jose luis almendra

lhaços

maio

miranda

miranda do douro

mirandes

mogadouro

oficios

palaçoulo

paloteo

pauliteiras

pauliteiras"

pauliteiros

provérbios

sendim

valcerto

todas as tags

links

contadores de visitas

coches ocasionhoteles nicaraguaterrenosClasificados GratisClasificados Gratis

estatisticas web

Estatisticas de visitas web gratis www.mirandum.blogs.sapo.pt
Ofertas de empleoSubastasAuctionsClasificadosGuía webCoches
Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

subscrever feeds